fb OLT: entendendo a tecnologia de linha óptica passiva
Logo MikWeb
Logo MikWeb

OLT: entendendo a tecnologia de linha óptica passiva

MikWeb

4 de dezembro de 2023 - 5 minutos de leitura

Servidor repleto de cabos de redes representando a OLT

Num mundo onde a conectividade é essencial, as tecnologias que impulsionam a entrega rápida e eficiente de serviços de internet desempenham um papel fundamental. 

Entre essas inovações, a Tecnologia de Linha Óptica Passiva (OLT) surge como um pilar fundamental na infraestrutura de redes de telecomunicações. 

teste gratuitamente o sistema para provedores de internet da MikWeb

Nesse artigo, você entenderá tudo sobre esse dispositivo. Vamos abordar como as OLTs se tornaram a espinha dorsal das redes modernas, capacitando provedores de internet a fornecerem conexões de alta velocidade e confiabilidade. 

Preparado? Então, boa leitura!

O que é OLT?

A Tecnologia de Linha Óptica Passiva (OLT) é um componente fundamental nas redes de comunicações modernas.

Ela atua como o ponto central em sistemas de fibra óptica, coordenando e gerenciando o tráfego de dados em redes de alta velocidade. 

Portanto, desempenha um papel fundamental na entrega de serviços de internet, visto que permite a transmissão de grandes volumes de dados.

Podemos compará-la a uma torre de controle em um aeroporto, onde o tráfego aéreo é coordenado de maneira eficiente para garantir a chegada e a partida de voos. 

Mas não para por aí! Continue acompanhando.

Como funciona uma OLT?

Como vimos, a Linha Óptica Passiva (OLT) opera como o núcleo essencial nas redes de fibra óptica, funcionando como o ponto central de controle.

A OLT é composta por dois componentes principais:

  1. O módulo óptico: Responsável por converter o sinal elétrico do backbone da Internet em sinal óptico.
  2. O módulo de processamento: Responsável por gerenciar o tráfego de dados entre a OLT e as ONUs ou ONTs.

No entanto, o funcionamento básico de uma OLT pode ser dividido em três etapas:

  1. Recebimento do sinal: A OLT recebe o sinal da rede de longa distância através do módulo óptico.
  2. Conversão do sinal: O módulo óptico converte o sinal elétrico em sinal óptico.
  3. Distribuição do sinal: O módulo de processamento distribui o sinal óptico para as ONUs ou ONTs.

As ONUs ou ONTs são os dispositivos instalados nas residências ou empresas dos clientes. São responsáveis por converter o sinal óptico em sinal elétrico para que os dispositivos dos clientes possam acessar a Internet.

Por esses motivos, as OLTs são essenciais para o funcionamento das redes de fibra óptica.

Acompanhe esses outros detalhes adicionais sobre o seu funcionamento:

  • Pode suportar um número variável de ONUs ou ONTs, dependendo do modelo.
  • Pode fornecer diferentes serviços aos clientes, como acesso à Internet, telefonia VoIP e televisão a cabo.
  • Pode ser gerenciada remotamente por meio de uma interface de usuário web ou de linha de comando.

Vale lembrar que, este processo envolve a coordenação inteligente do tráfego de dados, permitindo que a OLT distribua informações para terminais de usuários específicos.

O que é uma GPON?

GPON, ou Gigabit-capable Passive Optical Network, é uma tecnologia de rede óptica passiva que permite a transmissão de dados a velocidades de até 2,5 Gbps.

Ela é baseada no padrão ITU-T G.984.x e é amplamente utilizada em redes de fibra óptica para fornecer acesso à Internet, telefonia VoIP e televisão a cabo.

As redes GPON são compostas por três componentes principais, veja:

  • OLT: Como vimos, é o dispositivo instalado no centro de dados do provedor de serviços, responsável por receber o sinal da rede de longa distância e distribuí-lo para as ONUs ou ONTs.
  • ONU: A ONU, ou Optical Network Unit, é um dispositivo que é instalado na residência ou empresa do cliente. Ela é responsável por converter o sinal óptico em sinal elétrico para que os dispositivos do cliente possam acessar a Internet.
  • Splitter: O splitter é um dispositivo passivo que é usado para dividir o sinal da OLT entre várias ONUs.

Entretanto, o funcionamento básico de uma rede GPON pode ser dividido em três etapas:

  1. Recebimento do sinal: A OLT recebe o sinal da rede de longa distância.
  2. Distribuição do sinal: A OLT distribui o sinal para as ONUs através dos splitters.
  3. Conversão do sinal: As ONUs convertem o sinal óptico em sinal elétrico.

É importante ressaltar que, as redes GPON estão se tornando cada vez mais populares em todo o mundo, visto que são tecnologias essenciais para o desenvolvimento da Internet de alta velocidade.

Assim, são fundamentais para o sucesso no gerenciamento das OLTs.

Continue lendo para entender mais.

Estratégias de gerenciamento de OLT

A implementação de estratégias eficazes para o gerenciamento da Linha Óptica Passiva (OLT) é de suma importância para otimizar o desempenho das redes de fibra óptica.

Separamos as três mais importantes para você:

  1. Uso de ferramentas de gerenciamento de OLT: Existem várias ferramentas de Linha Óptica Passiva (OLT) disponíveis no mercado. Essas ferramentas podem automatizar muitas tarefas de gerenciamento, o que pode economizar tempo e esforço.
  2. Implementação de um plano de gerenciamento de OLT: Um plano de gerenciamento de OLT é um documento que descreve as estratégias e procedimentos que serão usados para gerenciar as OLTs.
  3. Treinamento de pessoal: As pessoas que gerenciam as OLTs deve ser treinadas sobre as melhores práticas.

Lembre-se de que as estratégias de gerenciamento de OLT devem ser adaptadas às necessidades específicas da rede.

Veja, agora, alguns exemplos de como as estratégias de gerenciamento de OLT podem ser usadas para melhorar o desempenho, a confiabilidade e a segurança da rede:

  1. O monitoramento pode ser usado para identificar problemas potenciais, como falhas de hardware ou congestionamento de rede. Esses problemas podem ser corrigidos rapidamente, o que pode ajudar a evitar interrupções no serviço.
  2. A configuração adequada da OLT pode ajudar a garantir que ela esteja fornecendo os serviços necessários aos clientes. Isso pode ajudar a melhorar o desempenho e a confiabilidade da rede.
  3. A manutenção regular da OLT auxilia no prolongamento da vida útil. Isso ajuda a reduzir os custos de manutenção e melhorar a segurança da rede.

Ao implementar estratégias de gerenciamento de OLT eficazes, os provedores de serviços podem melhorar o desempenho, a confiabilidade e a segurança de suas redes.

Descubra como o gerenciamento de processos para provedores pode melhorar a qualidade dos seus serviços!

Leia também: o que é um splitter | Rede neutra e provedor de internet | Gpon fibra

Fique por dentro das atualizações e novidades

Deixe seu e-mail e fique por dentro de todas as novidades sobre
gerenciamento de provedores

Entre em
contato conosco

Insira os seus dados e entraremos em contato o
mais breve possível.

Contato

São Paulo: (11)3230-0887

Bahia: (71)4042-2333

Minas Gerais: (31)4042-1012

Rio de Janeiro: (21)2042-0771

Pernambuco: (81)4042-1399

Nosso atendimento é de Segunda à Sexta feira das 08:00 as 17:00, sábados das 08:00 as 12:00.