fb Entenda por que usar um firewall DNS no seu ISP - MikWeb - Sistema para Provedor de Internet - MikWeb
Logo MikWeb
Logo MikWeb

Entenda por que usar um firewall DNS no seu ISP

MikWeb

7 de março de 2024 - 7 minutos de leitura

Profissional da segurança da informação usando computador implementando um dns firewall.

Na era digital atual, a cibersegurança tornou-se uma preocupação crescente para empresas de todos os segmentos, inclusive para provedores de internet.

Um dos mecanismos mais eficazes para fortalecer essa proteção é através do uso de um firewall DNS. Esta solução não apenas oferece controle aprimorado sobre o tráfego da internet, como também garante uma defesa proativa contra ameaças cibernéticas, bloqueando ataques potenciais antes mesmo que eles cheguem à rede.

teste gratuitamente o sistema para provedores de internet da MikWeb

Com benefícios que vão desde a melhoria da produtividade da equipe até a manutenção da saúde da rede e dispositivos, a implementação de um firewall DNS é uma estratégia inteligente para qualquer negócio preocupado com a segurança digital e a conformidade com normas como a LGPD.

Assim, veja neste artigo, alguns dos principais motivos para investir nesse tipo de proteção, saiba como um firewall DNS funciona e confira dicas para implementá-lo na sua infraestrutura de TI!

O que é firewall DNS?

O firewall DNS é uma tecnologia essencial para a segurança da infraestrutura de rede. Esta solução de segurança trabalha monitorando e controlando o fluxo de acesso entre os usuários da internet e os servidores DNS, que são responsáveis por traduzir nomes de domínio em endereços IP.

Com o aumento dos ataques cibernéticos, cujos alvos frequentemente incluem vulnerabilidades no sistema DNS, o papel do firewall DNS tornou-se crucial para garantir a integridade e a disponibilidade dos serviços online.

Este tipo de firewall é projetado para proteger contra uma variedade de ameaças, incluindo phishing, malware e ataques de negação de serviço (DoS), que podem ser direcionados através do sistema DNS.

Além disso, configurar um firewall DNS permite que as organizações tenham um controle mais granular sobre o tráfego da internet, possibilitando a implementação de políticas específicas para bloquear sites indesejados ou perigosos e garantir o cumprimento das políticas corporativas de uso da internet. 

Esse nível de controle não apenas melhora a segurança da rede mas também contribui para a eficiência operacional ao minimizar o risco de interrupções causadas por atividades maliciosas.

Portanto, incorporar um firewall DNS na estratégia de segurança cibernética é vital para proteger a infraestrutura crítica da internet contra uma ampla gama de ameaças. Empresas que priorizam a segurança do DNS estão melhor equipadas para defender suas redes e dados contra ataques cibernéticos sofisticados, garantindo assim a continuidade dos negócios e a confiança dos clientes.

Como funciona um firewall DNS?

O funcionamento do DNS firewall baseia-se em uma abordagem proativa para a segurança da rede. Ele faz isso impondo políticas de segurança que filtram as solicitações DNS maliciosas ou suspeitas antes que elas possam atingir os servidores internos ou os dispositivos dos usuários.

Dessa forma, o firewall DNS atua como uma barreira, prevenindo que ameaças potenciais comprometam a rede ou os dados. Ao inspecionar as solicitações de DNS, o firewall analisa se elas correspondem a quaisquer regras configuradas que identificam tentativas suspeitas ou maliciosas de acesso à rede.

Se uma solicitação for considerada segura, ela será permitida, caso contrário, será bloqueada. Esse processo ajuda a evitar que ameaças cheguem aos dispositivos conectados na rede, oferecendo uma camada adicional de proteção contra invasões e outros riscos cibernéticos.

Além disso, o DNS firewall oferece flexibilidade na definição das políticas de segurança, permitindo que administradores de rede personalizem regras específicas para atender às necessidades únicas da sua infraestrutura. Isso inclui a capacidade de criar listas brancas ou negras para controlar o acesso a domínios específicos, reforçando ainda mais a segurança da rede contra sites potencialmente perigosos ou não confiáveis.

Por que usar um firewall DNS no seu ISP?

Redução da necessidade de treinamento de cibersegurança para a equipe

Implementar um firewall DNS no provedor pode reduzir significativamente a necessidade de extensos treinamentos de cibersegurança para a equipe. Isso ocorre porque o firewall atua como uma camada adicional de proteção, filtrando e bloqueando tráfego malicioso antes que ele atinja a rede interna da empresa.

Com isso, a equipe de TI pode se concentrar em outras tarefas prioritárias, uma vez que o firewall DNS alivia a pressão de gerenciar e mitigar ameaças cibernéticas que poderiam comprometer a segurança da rede.

Maior controle da internet na empresa

Ao implementar essa estratégia, a empresa ganha maior controle sobre o tráfego de internet que entra e sai de sua rede. Isso permite a definição de políticas de acesso à internet mais granulares, estabelecendo restrições em relação a determinados tipos de conteúdo ou sites suspeitos.

Além disso, o firewall DNS pode bloquear proativamente domínios conhecidos por hospedar ameaças, contribuindo para um ambiente de internet mais seguro e controlado dentro da empresa.

Maior segurança

O uso de um firewall DNS no ISP oferece uma camada adicional de segurança, atuando como um escudo protetor contra ameaças cibernéticas. Ao filtrar e bloquear tráfego malicioso, esse mecanismo ajuda a prevenir ataques de phishing, malware e outras formas de exploração, protegendo os dispositivos e dados da empresa.

Auxílio do ISP na adequação da LGPD

E mais, a implementação desse recurso de segurança também auxilia a empresa na adequação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Pois, esse mecanismo pode ser configurado para monitorar e bloquear o tráfego que não esteja em conformidade com as diretrizes de privacidade e proteção de dados, contribuindo para a segurança e privacidade das informações dos clientes do seu ISP.

Dessa forma, o firewall DNS se torna um aliado na jornada de conformidade com a LGPD, ajudando a empresa a proteger os dados pessoais de forma eficaz.

Como implementar o firewall DNS?

Sabendo da importância desse tipo de mecanismo, falta ainda entender como fazer a implementação. Nesse sentido, ela começa pela configuração de um servidor DNS personalizado e habilitando o proxy DNS no Azure Firewall. Isso pode ser feito tanto durante a implantação do firewall quanto posteriormente, acessando a página de configurações de DNS.

Por padrão, o Azure Firewall utiliza o Azure DNS e tem o proxy DNS desabilitado. Para ativar e configurar adequadamente o firewall DNS, é possível seguir três abordagens principais. A primeira envolve a configuração direta no Azure Firewall, incluindo a criação de um endereço IP público.

A segunda opção é utilizar o DNS Firewall do Cloudflare, permitindo que você mantenha seus registros DNS em seus próprios servidores de nomes, enquanto aproveita a rede global do Cloudflare para mitigação de DDoS, limitação de taxa e cache.

Após configurar o DNS, é essencial testar e implementar as configurações de DNS realizando uma verificação de sintaxe. Em seguida, aplique as mudanças ao servidor e provedor de DNS ativo.

Assim, implementar corretamente essa camada adicional de segurança pode significar a diferença entre manter sua rede segura ou exposta a riscos potenciais.

Resumindo, compreendemos que um firewall DNS atua não só como uma barreira protetora bloqueando acessos maliciosos antes que eles possam afetar a rede empresarial, mas também oferece controle refinado sobre o tráfego na internet. Isso resulta em uma melhoria significativa na segurança dos dados e conformidade com regulamentos importantes de proteção dados como a LGPD.

Agora é hora de agir! Integre um firewall DNS ao seu ISP hoje mesmo e dê um passo adiante no fortalecimento da infraestrutura tecnológica do seu negócio. Não permita que vulnerabilidades digitais coloquem em risco as operações vitais e os dados preciosos da sua empresa.

Aproveite e conheça o Sistema MikWeb. Com ele, você revoluciona a gestão do seu provedor de internet e pode contar com um ambiente totalmente seguro através de servidores na nuvem. Entre em contato conosco e saiba mais!

Fique por dentro das atualizações e novidades

Deixe seu e-mail e fique por dentro de todas as novidades sobre
gerenciamento de provedores

Entre em
contato conosco

Insira os seus dados e entraremos em contato o
mais breve possível.

Contato

São Paulo: (11)3230-0887

Bahia: (71)4042-2333

Minas Gerais: (31)4042-1012

Rio de Janeiro: (21)2042-0771

Pernambuco: (81)4042-1399

Nosso atendimento é de Segunda à Sexta feira das 08:00 as 17:00, sábados das 08:00 as 12:00.